Do Litoral Norte ao Litoral Sul, cresce busca por condomínios fechados em Alagoas

 

Alagoas está se tornando um dos estados brasileiros com o maior crescimento no número de empreendimentos horizontais do Nordeste. As belezas naturais aliadas aos investimentos das prefeituras e governo do estado têm criado um cenário ideal para que as construtoras invistam neste segmento. Em 2021, o estado registrou o crescimento de 20% e a expectativa para este ano é que o ritmo seja mantido até o final do ano.

Do Litoral Norte ao Sul do estado, são dezenas de empreendimentos sendo lançados, atraindo tanto os próprios residentes alagoanos, quanto investidores de 2ª residência, sejam de outros estados brasileiros ou até mesmo internacionais (portugueses, franceses, italianos e espanhóis) que, quando visitam Alagoas, se encantam e querem sempre manter vínculo com o estado.

Na região Norte, as cidades de Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres têm atraído investidores para a construção de hotéis e condomínios sustentáveis para uma das regiões mais atrativas do estado.

 

Em São Miguel dos Milagres, ou mais conhecida como “Milagres”, as construtoras têm buscado diferenciais para atrair mais clientes. O Villa Sapê Milagres, da Taboada Incorporadora e da AM3 Engenharia, é um dos novos empreendimentos que está em fase de conclusão. Um condomínio fechado, com 20 casas com piscinas privativas e varanda gourmet.

O empreendimento se destaca entre os demais pela sustentabilidade incluída no projeto, incorporando a natureza nos elementos do condomínio. “Tivemos a preocupação de manter o clima praiano e de preservação do meio ambiente na construção do Villa Sapê. É uma obra que utiliza elementos naturais incorporados na construção e no acabamento. Já vendemos 95% das casas e todos que adquiriram uma unidade disseram que o sentimento de natureza foi o que mais chamou a atenção para finalizar a compra”, destaca Luiz Eduardo Taboada, da Taboada Incorporadora.

Já no litoral Sul, mais precisamente em Marechal Deodoro, condomínios horizontais têm elevado o nível habitacional da região, sendo até comparada com o bairro da Ponta Verde, em Maceió. Com a conclusão das obras do Vista Lagoa e o acelerado processo de construção do Angatu, o perfil dos compradores mostra que o alagoano está disposto a se deslocar alguns quilômetros a mais do trabalho para casa, para poder viver em um ambiente confortável, longe do estresse provocado pelo trânsito e dos problemas dos grandes centros urbanos.

O Angatu fica localizado às margens da rodovia AL-101 Sul, distante apenas de 10 minutos do Centro de Maceió. Já o Vista Lagoa fica apenas há 15 minutos. A facilidade de estarem localizados às margens de uma rodovia duplicada, diminui o tempo de deslocamento para a capital, como também os próprios condomínios foram projetados para oferecerem conforto e a sensação de ligação com a natureza.

“Ambos os empreendimentos tiveram a participação do arquiteto urbanista Benedito Abbud, renomado nacionalmente e internacionalmente pelos seus projetos que priorizam o meio ambiente e soluções sustentáveis. Alagoas tem fatores naturais que atraem turistas e investidores e os empreendimentos devem seguir nessa linha para não quebrar a identidade local e também fortalecer o mercado, principalmente no pós-pandemia que fez com que muita gente esteja buscando casas ao invés de apartamentos”, concluiu.

Fonte : https://www.gazetaweb.com/noticias/economia/do-litoral-norte-ao-litoral-sul-cresce-busca-por-condominios-fechados-em-alagoas/

Seu voto é importante!

Clique em uma estrela para classificá-la!

Agradecemos sua participação.

Siga-nos nas redes sociais!

Sem Comentários

Desculpe, o formulário de comentário está fechado neste momento.